Momento Espírita
Curitiba, 21 de Setembro de 2020
busca   
no título  |  no texto   
ícone Amizade verdadeira
 

Você tem amigos?

Se ainda não os tem, não perca tempo. Comece hoje mesmo a conquistar amizades verdadeiras, pois a amizade é um tesouro sem o qual a vida na Terra não teria sentido.

É uma força capaz de suavizar até mesmo os momentos mais difíceis na vida das pessoas, como os da guerra, por exemplo.

Há muitas histórias comoventes a respeito de grandes amizades e a que vamos narrar é uma delas.

Conta-se que um soldado dirigiu-se ao seu superior e lhe solicitou permissão para ir buscar um amigo que não voltara do campo de batalha.

Permissão negada, respondeu o sargento.

Mas o soldado, sabendo que o amigo estava em apuros, ignorou a proibição e foi à sua procura.

Algum tempo depois retornou, mortalmente ferido, transportando o cadáver do seu amigo nos braços.

O seu superior estava furioso e o repreendeu:

Não disse para você não se arriscar? Eu sabia que a viagem seria inútil! Agora eu perdi dois homens ao invés de um.

Diga-me: valeu a pena ir lá para trazer um cadáver?

E o soldado, com o pouco de força que lhe restava, respondeu:

Claro que sim, senhor! Quando eu o encontrei ele ainda estava vivo e pôde me dizer:" Tinha certeza que você viria!"

Histórias como esta se repetirão, com outras tonalidades, enquanto existir amizade na face da Terra.

Quantos são aqueles que se dedicam, sem cobrança, a cuidar de amigos enfermos, amigos em dificuldades, amigos rebeldes.

Por tudo isso é que a amizade tem sido comparada a um tesouro de valor incalculável, pois não se compra, nem se vende, simplesmente se conquista.

E a verdadeira amizade é aquela que aceita a pessoa amiga como ela é, e não tenta moldá-la como gostaria que fosse.

A amizade respeita, compreende, perdoa, apoia, defende, enaltece.

Muitas pessoas confundem a amizade com cumplicidade interesseira, mas a amizade não é assim.

O verdadeiro amigo sabe dizer sim e sabe dizer não quando é preciso, mesmo que não seja bem compreendido.

Em nome da amizade, não se deve fazer tudo o que o amigo faz ou apoiá-lo em tudo. Isso é tolice.

A amizade fiel não é conivente com os equívocos, mas está sempre alerta para socorrer quando necessário.

Enfim, o amigo é aquele que não apenas enxuga as nossas lágrimas, mas faz de tudo para não deixá-las cair.

*   *   *

O maior exemplo de amizade que passou sobre a Terra chama-se Jesus Cristo.

Ele, um Poeta dos mundos celestes, fez-se Cantor para que a Sua sublime voz fosse escutada neste minúsculo planeta.

Príncipe dos espaços siderais, tornou-se Súdito humilde para Se aproximar dos corações sofredores.

Senhor das estrelas, converteu-se em servo para ensinar a humildade.

Nobre de origem celeste, transformou-Se em escravo por amor aos amigos-irmãos degredados na Terra.

Grandioso, hoje como ontem, é o amanhã dos que choram, sofrem, aguardam e amam.

Sua veneranda Presença paira dominadora sobre a Humanidade, que nEle encontra alento para suas dores e forças para prosseguir na escalada para Deus.

Jesus é a síntese histórica da grandeza, da perfeição, da sabedoria e, mais do que nunca, da amizade...

 

Redação do Momento Espírita, com base em história de
autoria ignorada e no cap. 25 do livro Perfis da vida,
pelo Espírito Guaracy Paraná Vieira, psicografia de
Divaldo Pereira Franco, ed. Leal.
Em 07.06.2010.

© Copyright - Momento Espírita - 2020 - Todos os direitos reservados - No ar desde 28/03/1998