Momento Espírita
Curitiba, 02 de Abril de 2020
busca   
no título  |  no texto   
ícone Valorizemos o tempo

A cada dia que passa, o ritmo da nossa vida parece estar mais acelerado.

Temos pressa, muita pressa para tudo.

Pressa de viver, pressa de ser feliz, pressa de ficar rico, pressa de ver a semana passar...

Queremos que as férias cheguem logo, que a promoção se faça imediata, que o salário aumente...

Em determinados momentos questionamos, brincando: Parece que o tempo se diverte com a gente, o que gostamos passa tão rápido, e o que detestamos demora a passar.

As pessoas a quem amamos partem mais rápido do que desejamos, e os que nos ferem parece que nunca se vão...

Observando seriamente, está cada vez mais difícil encontrar tempo para nós mesmos.

Nunca temos tempo para fazer um mergulho interior, buscar saber o que queremos da vida.

Cada vez mais difícil fazer uma introspecção, uma busca criteriosa e sincera de nossas reais ansiedades.

Lembrando que Jesus recomendou o amor a si mesmo, acabamos descobrindo que não nos amamos e nem sequer nos conhecemos.

O que estamos fazendo com o nosso tempo?

Nos dias atuais, a quantidade de compromissos, tarefas e informações que nos chegam, aumentou muito.

Quanto mais tarefas abraçamos, mais preenchemos nosso tempo, e ele parece ficar mais curto.

Importante buscarmos o significado que damos à nossa vida na Terra.

Ligamos nossos pensamentos em tantos fatos e ações alheios e não conseguimos registrar o que nos é importante.

O pensamento saudável é um requisito que não podemos dispensar para bem conduzir nossos passos e obrigações frente a vida.

Quando as ideias se atropelam e não reflexionamos conforme deveríamos, causamos uma intoxicação de informações.

Vemo-nos atolados em situações de ansiedade, impaciência e descontrole que nos impedem o correto discernimento.

Desconhecendo nossa individualidade, ignoramos que somos Espíritos imortais em um corpo material, necessitando de momentos de silêncio, de tranquilidade para nos conhecermos.

Por menos tempo que tenhamos, é necessário separarmos alguns minutos para usufruir a paz de espírito, que nos facilita o autoconhecimento.

Alguns momentos de silêncio interior para conectarmos com nossa consciência e saber o que realmente queremos de nossas vidas.

A preservação de um tempo mental para reflexionarmos, meditarmos, nos dará autocontrole para as decisões mais acertadas.

Nossas paisagens mentais precisam ser alimentadas com imagens saudáveis e com ensinamentos nobres, para termos boa disposição frente a vida.

Indispensável algum tempo para dedicar aos nossos cônjuges, filhos, pais, amores; para lermos nosso poema preferido e nos deixarmos levar pela sua sonoridade; para amarmos de verdade, abraçarmos fortemente, doarmos sorrisos; ligarmos para nossos pais e lhe falarmos de nossa gratidão; brincarmos com nossas crianças; tratarmos a todos com respeito; lermos mais livros e assistirmos menos televisão; criarmos uma atmosfera de amor onde estivermos; orarmos e confiarmos em Deus.

Utilizemos nosso tempo com sabedoria.

Redação do Momento Espírita.
Em 26.8.2017.

 

Escute o áudio deste texto

© Copyright - Momento Espírita - 2020 - Todos os direitos reservados - No ar desde 28/03/1998