Momento Espírita
Curitiba, 14 de Dezembro de 2018
busca   
no título  |  no texto   
ícone Recomeçar sempre

Os dias turbulentos que vivemos na Terra exigem coragem interior para superá-los de maneira digna.

São atentados de toda a sorte, praticados inesperadamente em pontos jamais imaginados, fazendo com que a descrença e o desânimo se acerquem dos desavisados.

São abusos da ingenuidade de muitos, que estarrecem.

São aberrações em nome da arte, que confundem e assustam.

São dias de tormentas morais, desafios éticos, sacrifícios que se apresentam, testando a capacidade de nos mantermos em pé.

Frente a tantos desafios, muitas vezes nos fechamos para a realidade, pensando estar tudo perdido neste mundo.

Com isso, multiplicamos o número dos desanimados, dos pessimistas, chegando a cogitações extremas de desejar o afastar da vida.

Por mais que o mundo nos deixe perplexos com seus desatinos, cabe-nos manter o Cristo presente em nossas decisões.

Dessa forma, por maiores sejam as provocações; por mais difícil seja o levantar; por mais amargo seja o cálice a ser sorvido; por mais árduo se apresente o desafio de viver; por mais feridos se encontrem nossos joelhos, é importante ter em mente que estes são os dias das provas maiores que, bem suportadas, nos capacitarão a grandes conquistas individuais e coletivas.

São chances de colocarmos em prática as lições aprendidas ao longo da nossa jornada evolutiva, oportunizando o tão necessário crescimento na direção da luz.

Nada supera a bênção sagrada de estarmos vivendo o momento presente, quando a Terra atravessa o período de sua transição para um mundo melhor.

Diariamente Deus nos acompanha, oferecendo-nos a oportunidade de recomeçar de cabeça erguida.

Tropeçar e cair é para qualquer um mas, levantar-se e continuar é para os destemidos.

Viver superficialmente qualquer um vive, mas enfrentar as agruras, e continuar na vida é para os persistentes.

Todos corremos o risco de tombar com a ventania, mas vergarmos com ela e nos restabelecer, pondo-nos novamente de pé é para os corajosos, para aqueles que confiam em Deus.

Perder amores, bens e atividades pode ser comum a muitos, mas firmar os pés e a mente no sentido de prosseguir recomeçando, é para os que têm fé e não desistem.

*   *   *

Deus sempre nos convida ao recomeço.

A esperança deve ser nossa companheira em todos os desafios da vida.

O Pai nos auxilia dotando-nos de vontade, de força, de coragem e resistência, para que as utilizemos na caminhada.

A vida nos convida à permanência construtiva em nossos deveres sem esmorecer.

Cada nascimento assinala que um Espírito reinicia sua jornada evolutiva na Terra.

A natureza nos exemplifica, constantemente, a lição do recomeço.

Após a tempestade, a atmosfera se renova e o sol volta a brilhar.

A árvore, após a poda, reverdece e frutifica.

A lagarta após a hibernação no casulo, ressurge como a borboleta que alça voos suaves sobre as flores.

A lua jamais interrompe seu périplo ao redor da Terra. Ressurge a cada anoitecer, prestando seu serviço e mostrando sua beleza.

Tudo ao nosso redor nos convida a seguirmos as sagradas leis.

Desistir da vida – jamais!

Recomeçar – sempre!

Redação do Momento Espírita.
Em 3.3.2018.

 

Escute o áudio deste texto

© Copyright - Momento Espírita - 2018 - Todos os direitos reservados - No ar desde 28/03/1998