Momento Espírita
Curitiba, 08 de Abril de 2020
busca   
no título  |  no texto   
ícone O progresso que buscamos

O progresso que buscamos pode se apresentar de forma complexa. Ou se mostrar através de algo singelo. Porém, nem sempre percebemos ou lhe damos a devida importância.

O pranto da dor se torna progresso, quando aprendemos a sorrir alegremente, após passar pelos sofrimentos educativos.

A decepção inesperada, que nos maltrata, se transforma em progresso, na medida em que nos aconselhamos com a cautela, transformando-nos no indivíduo verdadeiramente amadurecido para a vida.

As dificuldades de qualquer ordem, que nos atrapalham hoje, serão elementos de progresso, se aprendermos as lições da educação dos hábitos, como abençoada vitória sobre o próprio desequilíbrio.

A doença que nos traz tantos dissabores, atualmente, irá se converter em nosso progresso, quando proporcionar em nosso íntimo o respeito à saúde, numa vida salutar continuada.

A solidão, com a qual custamos a nos habituar nos dias atuais, se bem compreendida, constituirá um imenso progresso, ensinando-nos a cultivar amores verdadeiros no futuro.

A morte do corpo, que altera disposições e sonhos, deixando um vazio e friagem na alma dos que ficam no mundo das formas, nos será oportunidade de progresso, se conseguirmos fazer dela a mensageira da renovação e do trabalho;

se preenchermos o vazio com a dedicação ao semelhante, se aquecermos a frialdade com a chama do amor, dedicando-nos às atividades humanas enobrecedoras, desligando-nos do egoísmo prejudicial.

*   *   *

Reflitamos e não fixemos o olhar somente no ângulo aparentemente infeliz das coisas e circunstâncias que encontramos na vida.

O progresso está em tudo o que a vida nos traz.

Lembremos sempre que, acima de nossa visão limitada e imediatista, existem planejamentos detalhados para nossas existências, visando sempre o nosso bem.

Não somos uma alma abandonada num mundo em decadência. Somos um Espírito com planos de desenvolvimento, num mundo em progresso constante.

É chegado o tempo da fé raciocinada, de acreditar nas coisas sabendo o porquê.

É chegado o tempo de descobrir que Deus, a Inteligência Suprema, a Causa primeira de todas as coisas, rege os mundos através de leis perfeitas e a lei do progresso é uma delas.

Assim, comecemos a ver as dificuldades que surgem não mais como obstáculos, mas como oportunidades que a vida nos oferece para crescer.

Pensemos sobre o assunto. Reflitamos mais sobre os acontecimentos e ampliemos a visão que temos da vida.

É chegado o tempo da compreensão raciocinada.

*   *   *

Cada novo amanhecer representa presente divino que não podemos, nem devemos desconsiderar.

É um convite sereno à conquista de valores que parecem fora do nosso alcance.

Cada novo amanhecer é chance de assentar mais um tijolo na edificação da nossa felicidade.

Cada novo amanhecer é prova da constância divina, é prova do seu amor pelo Espírito que somos, concedendo-nos sempre novas oportunidades.

Então, à medida que o dia avança, aproveitemos os minutos, sem pressa nem adiamento dos próprios deveres.

Redação do Momento Espírita, com base no cap. 13, do livro
Rosângela, pelo Espírito Rosângela, psicografia de J. Raul
Teixeira, ed. FRÁTER e no cap. 1, do livro
Episódios diários,
pelo Espírito Joanna de Ângelis, psicografia de Divaldo
Pereira Franco, ed. LEAL.
Em 25.3.2019.

 

Escute o áudio deste texto

© Copyright - Momento Espírita - 2020 - Todos os direitos reservados - No ar desde 28/03/1998