Momento Espírita
Curitiba, 25 de Junho de 2021
busca   
no título  |  no texto   
ícone A renovação inteligente

Vivemos em um mundo cercados por tecnologia. Ao olharmos a nossa volta, a vemos cada vez mais presente.

Inclusive, percebemos o uso da Inteligência Artificial fazendo parte de nossas vidas.

Basta buscarmos algo para adquirir pela internet. Escolhido o produto que desejamos, em seguida, várias opções do mesmo produto surgem em nossas telas do computador ou celular.

Também quando usamos aplicativos para localização de um endereço.

Se uma rua estiver interrompida, o programa nos informa imediatamente outra opção de rota a seguir.

São alguns exemplos do uso da Inteligência Artificial na vida atual.

Verificamos que, quando enviamos informações para as Inteligências Artificiais, elas se servem rapidamente desses dados para melhorarem seus processos.

São programadas para se adaptarem prontamente, aprimorando-se.

*   *   *

Essa velocidade do uso dos dados pelas Inteligências Artificiais em seus processos de adequação, nos devem conduzir a algumas reflexões.

Portadores de inteligência, que somos, importante nos indagarmos o quanto aproveitamos dos conhecimentos e experiências de nossas vidas.

Temos nos servido de nossa inteligência para melhorarmos nossa forma de ser, de agir?

Estamos realizando esse processo de melhoria?

De um modo geral, passamos muitos anos em bancos escolares aprendendo sobre os mais diversos temas.

Quase todos nos dedicamos por mais ou menos tempo ao estudo de idiomas.

Frequentamos espaços voltados à religiosidade, na busca por lições sobre a Espiritualidade.

Grande parte de nossos dias estamos em locais de trabalho, aprendendo sempre.

Realizamos tarefas voluntárias e aprendemos com nosso próximo lições valiosas.

Na convivência com nossos familiares, desfrutamos de amplo aprendizado acerca de relacionamentos e sentimentos.

E não podemos esquecer das tantas existências mais ou menos exitosas, dos desacertos praticados e suas consequências.

Já experimentamos a dor, a carência de saúde, a desilusão amorosa, a perda de um ente querido.

E o que fazemos com todos esses conhecimentos e experiências adquiridos?

Estamos nos servindo deles para nossa transformação moral? Para uma mudança de rota?

Estamos alterando comportamentos inadequados?

Estamos educando pensamentos indevidos?

Estamos nos esmerando para sermos melhores a cada dia?

Devemos nos servir da nossa inteligência para nossa renovação.

Aproveitar as experiências, o conhecimento para concretizarmos a mudança inteligente.

Muitos são os caminhos para essa transformação.

Precisamos refletir aonde queremos chegar e traçar a rota mais apropriada, aquela que nos desvie de acidentes e imprevistos. A mais adequada para alcançarmos o objetivo.

Isso nos exige dedicação e esforço.

Vigilância, disciplina, persistência são valores que podem nos auxiliar nesse processo.

Disponhamo-nos a empreender essa renovação inteligente ainda hoje.

Afinal, somos Espíritos, os seres inteligentes da Criação.

Redação do Momento Espírita
Em 4.5.2021.

 

 

Escute o áudio deste texto

© Copyright - Momento Espírita - 2021 - Todos os direitos reservados - No ar desde 28/03/1998