Momento Espírita
Curitiba, 17 de Junho de 2024
busca   
no título  |  no texto   
ícone Faça seu tempo feliz

Os que caminhamos pelas estradas terrenas, cotidianamente, percebemos o expressivo número de pessoas pessimistas, negativas ou depressivas.

Quando falam, somente enaltecem o que é ruim, o lado escuro de todas as situações. Em síntese, o mundo é um lugar terrível.

Alguns deles se referem a este planeta como um vale de lágrimas, um lugar de muita infelicidade.

Para essas pessoas, não existe entusiasmo, alegria de viver, gratidão pelo simples fato de respirar, de ser humano.

Poucos bendizem as horas no corpo físico, com todos os seus acontecimentos a facultar crescimento amplo ou diminuto.

Seus comentários, habitualmente, giram em torno de lamentações. São seus familiares que não são carinhosos, que não são atenciosos, que não são dedicados.

Ou então, ficam enumerando as dores físicas que os acometem. Dizem-se doentes, fracos. A memória não ajuda.

Quando falam das conjunturas políticas e sociais, as suas considerações são de que não há mais jeito, que tudo vai de mal a pior, que não existe ninguém nobre, dedicado, correto.

Se falam dos amigos, dizem que não há verdadeiros, que já receberam traições.

Se o assunto é vício, drogas, afirmam que todos usam, que é uma calamidade, que o mundo está perdido.

O trabalho profissional é chato, cansativo. Se vão fazer um curso, se dizem decepcionados. Não é o que esperavam.

*   *   *

Cabe-nos verificar se nós mesmos nos enquadramos em alguma dessas situações.

Em caso positivo, aproveitemos o hoje para modificar nossa visão de mundo.

Melhoremos nosso nível psíquico. Naturalmente, que existem muitos problemas neste planeta.

Porém, mesmo sabendo das coisas equivocadas que se passam no mundo, procuremos extrair o melhor de cada dia.

Observemos as coisas boas, bonitas, formosas que estão acontecendo ao nosso derredor.

Depois do inverno rigoroso, saudemos a primavera que vem encher de vida e cor o nosso jardim.

Alegremo-nos com a chuva que chega, depois de meses de ausência.

Podemos atrair bênçãos ou tormentos, luz ou sombra, tristeza ou alegria para nossos dias. Depende da nossa própria disposição.

Aprendamos a extrair o que há de melhor na Terra, ao redor dos nossos passos.

Busquemos fazer o nosso dia brilhante, feliz, inaugurando o regime do otimismo, de alegrias.

Trabalhemos, de tal maneira, que a nossa sensibilidade seja passada a todas as pessoas que estão ao nosso redor.

Entusiasmemo-nos com a nossa saúde e a dos nossos amores.

Alegremo-nos, a cada manhã, com o passeio do sol nas avenidas azuis do céu...

Agradeçamos ao Senhor Supremo pela família, pela saúde, pelas chances de estudar, de trabalhar, sem maiores problemas.

Ergamos a nossa oração ao Criador e, sintonizando nas faixas felizes do bem, transformemos a nossa existência no mundo físico num campo de muito boas realizações.

Façamos das nossas horas um dia venturoso, realizando a nossa parte para que todo o mundo melhore, se aprimore, com um pouco do nosso esforço.

Pensemos nisso! Empenhemo-nos nisso.

Redação do Momento Espírita, com base em mensagem
 do  Espírito Joanes, psicografia de J. Raul Teixeira, em
 15.3.2000, na Sociedade Espírita Fraternidade, Niterói - RJ.
Em 3.1.2022.

 

Escute o áudio deste texto

© Copyright - Momento Espírita - 2024 - Todos os direitos reservados - No ar desde 28/03/1998