Momento Espírita
Curitiba, 26 de Maio de 2024
busca   
no título  |  no texto   
ícone Uma viagem salutar

Tudo no mundo precisa de cuidados e conservação.

As flores dos nossos vasos ou dos nossos jardins precisam de água, sol, terra adequada.

Os animais domésticos nos requerem alimento, vacinas, visitas periódicas ao veterinário.

Os pássaros, que nos despertam pela manhã, entre cantos e trinados, nas árvores próximas, necessitam que lhes providenciemos água e algum alimento, sobretudo nos dias do inverno.

Nossos bens materiais igualmente nos exigem cuidados. A casa precisa ser pintada, eventuais rachaduras sanadas, consertos variados, lâmpadas queimadas requerem substituição.

Nosso carro precisa ser abastecido com o combustível apropriado, requer revisões regulares para constatar se tudo está bem: motor, suspensão, freios, filtro de óleo.

E é preciso a calibragem dos pneus, observar o reservatório de água.

Nós também somos uma máquina orgânica, com peças que precisam ser muito bem cuidadas.

Algumas até podem ser substituídas mas dependemos de terceiros para a doação.

E sabemos como as filas por transplantes são enormes.

Nosso corpo é um conjunto de diversas estruturas que se associam e criam uma rede de dependências entre umas e outras.

O coração bate porque o cérebro envia mensagens de comando para ele.

Por sua vez, o sangue corre em nossas veias e artérias porque é bombeado pelo coração.

O sistema digestório atua no processamento do alimento, garantindo a absorção dos nutrientes importantes para o corpo.

Para que tudo funcione bem, para que gozemos de saúde física e mental, precisamos de combustível de primeira linha.

Pensamentos positivos são essenciais. Os bons sentimentos ajudam no trabalho dos nossos órgãos, gerando energia, ânimo para nosso dia a dia.

A meditação, que até recentemente era considerada prática de caráter religioso, está tendo outro entendimento.

Tanto que a vemos sendo utilizada por personalidades do mundo empresarial e pessoas de renome em variadas áreas.

Steve Jobs, por exemplo, usava sua última hora do dia para meditar.

Quando terá surgido a prática da meditação não sabemos ao certo.

Terá talvez surgido nas tribos primitivas, em torno da fogueira, olhando o crepitar do fogo?

Ou admirando as estrelas nas noites esplendorosas? Ou no precipitar das águas, provocando sonoridades estranhas?

É uma prática que engloba relaxamento corporal, diminuição acelerada da respiração, levando a um estado de paz, calma e tranquilidade.

Considerada fundamental em todos os aspectos sociais, já é admitida em muitas empresas.

Dentre os benefícios estão a redução do estresse, clareza mental, melhoria da qualidade de vida, aumento de emoções positivas, autoconhecimento.

A meditação provoca o despertamento das faculdades psíquicas.

Meditar, portanto, é uma forma de estabelecer uma conexão com o divino. De alimentar o coração e todos os sistemas orgânicos.

É realizar essa viagem para nosso interior, voltarmo-nos para nós mesmos.

Se Jesus nos disse que o reino de Deus está dentro de nós, que melhor razão podemos encontrar do que nos propormos a essa viagem ao interior de nós mesmos?

Redação do Momento Espírita.
Em 7.10.2022.

 

Escute o áudio deste texto

© Copyright - Momento Espírita - 2024 - Todos os direitos reservados - No ar desde 28/03/1998