Momento Espírita
Curitiba, 24 de Abril de 2024
busca   
no título  |  no texto   
ícone Programa de saúde

Diversificam-se as propostas oferecidas mostrando-nos caminhos para a manutenção da saúde do corpo.

Estamos cientes de que precisamos de exercícios físicos, de alimentação equilibrada, de boas horas de sono e hidratação.

A verdadeira saúde, no entanto, não se restringe apenas à harmonia e ao funcionamento dos órgãos.

Abrange a serenidade íntima, o equilíbrio emocional e as aspirações estéticas, artísticas, culturais, religiosas.

Cabe-nos pensar, portanto, na saúde da alma. Como estamos neste quesito?

Importante cuidar do corpo. Mais importante ainda, cuidar de quem cuida do corpo.

Necessário, assim, dispormos de um programa de saúde mental, um programa de saúde para o Espírito. Chamemos como queiramos.

Neste programa precisamos anotar: Cultivar conversações elevadas e boas companhias.

O vício mental das conversações vulgares ou das críticas ácidas enseja desequilíbrio na área da saúde.

Tudo tem início em nossos pensamentos. Se não vigiamos essa fonte, todo o restante está em risco.

O pessimismo, a maledicência contaminam, em primeiro lugar, quem os cultiva. Com o tempo, trazem reflexos para o instrumento físico na forma de perturbações gástricas e hepáticas, como consequências das tensões e fixações mentais.

Pensar de maneira salutar é compromisso valioso para gerar otimismo e paz.

Outro item, que precisa fazer parte do programa, diz respeito ao cultivo da alegria e da confiança no trato com os outros, iniciando no lar.

Irradiar simpatia e esperança, produzindo uma aura de paz que alenta e agrada a todos.

Cuidar com a preguiça mental, com os pensamentos que nos convidam a deixar de lado aquilo que é importante, em troca de entretenimentos passageiros e ilusões.

Recorrer sempre à oração, num contato constante e natural com o Criador, ampliando nosso intercâmbio com a Espiritualidade Superior.

Sabemos que os vícios morais ainda nos escravizam, que nos puxam para baixo. Serão hábitos como a prece sincera, o diálogo constante com nosso anjo de guarda, que nos darão forças e inspiração para vencer a nós mesmos em cada etapa do crescimento.

Meditar em silêncio. Reservar um tempo para isso, na organização do nosso dia. Com a meditação, absorvemos mais facilmente as respostas divinas aos nossos anseios e também, sintonizamos com os conteúdos da inspiração para alcançar as metas essenciais da existência.

Por fim, fazer o bem em toda oportunidade que nos surja.

Iluminando, iluminamo-nos.

Não há remédio melhor para nossas dores, para nossas aflições do que aquele produzido pela lei do amor em nosso coração, quando nos propomos a nos doar.

O programa de saúde do Espírito é um programa de ação, acima de tudo.

Quanto mais agimos no bem, quanto mais solidários somos, quanto mais compartilhamos, mais saúde geramos na alma.

O programa de saúde é uma forma de autoamor que, naturalmente, nos coloca na direção do nosso próximo, culminando numa profunda identificação com nosso Criador.

Buscar a saúde da alma é buscar a nossa essência, é buscar a natureza vibrante dentro de nós, assinada por Deus com toda Sua grandeza e Seu amor.

 

Redação do Momento Espírita, com base no cap. 6, item
 
Programa de Saúde, da obra Autodescobrimento,
 pelo Espírito Joanna de Ângelis, psicografia de
Divaldo Pereira Franco, ed. LEAL.
Em 1º.6.2023.

 

Escute o áudio deste texto

© Copyright - Momento Espírita - 2024 - Todos os direitos reservados - No ar desde 28/03/1998